A BALANÇA MENTE: POR QUE O DEXA É MELHOR?

Se você quer perder peso – ou, por outro lado, ganhar peso – você precisa de uma avaliação inteligente da composição corporal, afinal a balança mente para você, e a única coisa que ela pode revelar é sua associação com a gravidade. Ela não diz nada se você está tentando ganhar músculos ou perder gordura.

O Dexa proporciona uma das mais precisas medidas da composição corporal disponíveis, registrando a distribuição de gordura e massa magra por todo o corpo. Em termos simples, o Dexa é capaz de detalhar a massa magra, massa gorda e massa óssea do corpo todo, assim como de cada segmento corporal.

Parece ótimo. Então, onde eu posso realizar uma avaliação por Dexa? E como é o exame?

Algumas universidades com sólidos programas de pesquisa em fisiologia do exercício têm suas unidades e podem disponibilizar avaliações para o público voluntário em protocolos de pesquisas. Algumas clínicas também têm o aparelho e oferecem o serviço. 

O exame consiste apenas em deitar sobre a mesa de avaliação com roupas confortáveis e aguardar o scanner passar, o que leva cerca de cinco a dez minutos. A radiação é mínima, apenas uma fração da radiação de uma radiografia comum.

E quanto à outras opções mais baratas?

Basicamente, você leva a precisão que você paga. Outros métodos populares como medida de dobras cutâneas por plicômetro, pesagem hidrostática e Bod Pod se baseiam em medidas calculadas da gordura corporal que são influenciadas por variáveis ambientais não controláveis e por erro humano.

A pesagem hidrostática (que era considerada o padrão ouro na era pré-Dexa), por exemplo, assume que a densidade da gordura corporal e da massa livre de gordura são constantes. Isso traz limitações práticas uma vez que pequenas alterações dessas variáveis influenciam sensivelmente os cálculos. Por exemplo:

  • Atletas tipicamente têm ossos e músculos mais densos. Portanto suas pesagens hidrostáticas frequentemente subestimam seu percentual de gordura.

  • Contrariamente, o corpo de idosos – especialmente os com osteoporose – pode superestimar o percentual de gordura.

  • Até o momento equações específicas para a pesagem hidrostática destes diferentes grupos de pessoas não foram desenvolvidas.Outra variável importante a ser considerada na pesagem hidrostática é o volume residual nos pulmões. Poucas pessoas conseguem exalar completamente antes de submergir para a pesagem – existe um potente reflexo para não o fazer. Esse volume residual é outra importante fonte de erro nos cálculos.

Outras medidas baseadas em cálculos apresentam limitações similares. Quando os clientes perguntam por que tanta diferença entre os resultados do Dexa, geralmente mais altos, e de outros métodos (ex: pesagem hidrostática, plicômetros, bioimpedância, etc), precisa-se explicar como todas essas variáveis subjetivas são inerentes a métodos que usam cálculos estimativos para gordura corporal.

 

Portanto, qualquer discrepância entre o Dexa e outros métodos não é uma superestimativa do Dexa, mas sim inconsistências inerentes dos outros métodos. Destes todos, as medidas por plicômetros e a bioimpedância são os menos precisos.

 

Com toda essa imprecisão nos resultados dos exames mais comuns, não acredite em percentuais de gordura corporal de um dígito, a não ser que esse número esteja em um laudo de Dexa.

 

Quanto o objetivo é ganhar massa magra ou perder massa gorda, portanto, faça um favor a si mesmo e não se prenda à balança. Ela não pode dar nenhuma pista sobre se aquele peso que você ganhou ou perdeu era gordura ou músculo. Você acha que aquela sua dieta ou programa de treinamento está realmente funcionando? O Dexa é o jeito mais simples e preciso de responder essa pergunta.

 

  • Baseado em artigo do treinador Keith Norris.

Gustavo Campelo Bornholdt

➡️ Médico do Esporte pela USP e pela Soc. Bras. de Medicina do Exercício e do Esporte.

➡️ Mestre pelo Instituto de Ortopedia e Traumatologia da USP.

➡️Preceptor responsável pela Residência de Medicina Esportiva da USP (2010/2011).

➡️ Médico da Seleção Brasileira de Basquete

➡️ Coordenador Médico da Confederação Brasileira de Rugby (2010 a 2012).

➡️ Oficial de controle de Dopagem pela USADA (Agência Americana Anti-dooping).

➡️ Medico responsável pelas avaliações de composição corporal padrão ouro: DEXA

Klinik

Rua 2950, n° 117, sala 01 - Centro - Balneário Camboriú/SC - Fones: (47) 3363.5449 | 3360.3995

Please reload