VARSÓVIA, RICA EM CULTURA E HISTÓRIA

Olá! Me chamo Roberto Francisconi, sou turismólogo por formação e viajante por escolha. Tenho uma agência chamada Sabai Turismo em Balneário Camboriú, e sempre viajo a procura de novos destinos, restaurantes, hotéis e dicas para estar sempre atualizado. Dessa maneira consigo ajudar meus passageiros a viajar de uma forma mais segura e confortável.

Nesse momento me encontro em Varsóvia, capital da Polônia. Nunca havia estado aqui antes, e é sempre muito empolgante conhecer novos lugares. Nos últimos vinte anos Varsóvia vem se transformando em uma cidade cosmopolita e moderna, investindo pesado na promoção do turismo. Para uma cidade que foi completamente destruída na segunda guerra mundial e teve sua população reduzida à metade, essa transformação impressiona.

O excelente Museu do Levante de Varsóvia e os resquícios do Muro do Ghetto, estão ali para nos fazer lembrar desse passado triste da história humana. 

Porém além dessas atrações, Varsóvia conta com um centro histórico completamente revitalizado, repleto de restaurantes típicos. A capital da Polônia também é um excelente lugar para fazer compras. Por não ter aderido ao euro, qualquer produto é mais barato do que os encontrados nos grandes centros europeus. A Avenida Nowy Swiat e a Rua Chmielna estão abarrotadas de lojas das grandes marcas.

A pedida é, após um dia de turismo e compras, sentar para beber e beliscar algo no Café Kulturalna do Teatro Dramatyczny, localizado no antigo complexo soviético que hoje é o centro cultural da cidade. O bar, que é frequentado pela galera local, artistas e turistas descolados, mantém a aura soviética dando ao local uma sensação de ter voltado aos anos 70.

Varsóvia impressiona. É entusiasmante visitar uma cidade em remodelação que está querendo deixar o estigma da guerra de lado e se redescobrir como uma grande metrópole. Vale a visita, principalmente se você estiver de passagem para Cracóvia ou Berlim.

 

Para entrar em contato com o Roberto acesse o site da Sabai Turismo ou o facebook https://www.facebook.com/roberto.francisconi

Please reload